Sintomas e Tratamento da Tuberculose Pulmonar?

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa e endémica (particular a um povo ou região), causada por uma bactéria denominada por mycobacterium tuberculosis ou bacilo de Koch.
Esta doença pode atingir quase todos os tecidos do corpo, mas destaca-se pela sua presença no pulmão onde se desenvolvem tubérculos caseosos.
A bactéria começa por atingir os alvéolos pulmonares, onde mais tarde se prolifera nos nódulos linfáticos e consequentemente na corrente sanguínea que a levará a várias zonas do corpo.

bacilo de kosh
Contudo, estima-se que o nosso sistema imunológico (na maior parte dos casos) seja capaz de controlar a reprodução desta bactéria, podendo assim evitar uma grande parte da sua disseminação pelo corpo. Porém a reprodução desta bactéria não é "travada" na totalidade, o que leva a tuberculose a ser considerada uma doença que se vai desenvolvendo lentamente, sendo em grande parte das vezes ser confundida com uma gripe normal ou outra doença comum. Deve-se, portanto, estar atento aos seus sintomas, para que a doença não evolua para uma tuberculose secundária.



Quais os sintomas da Tuberculose Pulmonar

Como a tuberculose é uma doença cujo alvo inicial são os pulmões, é normal que se apresentem sintomas de foro pulmonar tais como:
- Tosse abundante (que persiste por mais de 20 dias);
- Dificuldade respiratória;
- Dores no tórax;
mas também:
- Febre;
- Suores nocturnos com muita frequência;
- Perda de apetite;
- Perda e peso;
- Falta de força e aptidão para realizar as actividades comuns do seu dia a dia;
tuberculose e sintomas de tosse excessiva


Transmissão da Tuberculose

A bactéria (mycobacterium tuberculosis) que desenvolve esta doença apenas é transmitida por pessoas que já estão infectadas com a mesma nos pulmões.
Porquê nos pulmões?
Porque a sua disseminação ocorre pelo ar.
O espirro de uma pessoa infectada lança no ar cerca de dois milhões de bacilos e através da tosse, libertam-se cerca de 3,5 mil partículas, além disto, os bacilos da tuberculose permanecem em suspensão no ar durante horas, ou seja, existe uma grande probabilidade de as pessoas que rodeiam o individuo infectado, serem infectadas também.


Diagnóstico

A avaliação da doença consiste no historial médico (sintomas apresentados e factos obtidos pelo médico), um exame físico (para avaliar como individuo se encontra fisicamente), uma radiografia ao tórax (forma de observar a existência de lesões nos pulmões, como a presença de cavidades), baciloscupia (consiste na recolha de expectoração do individuo, para seguidamente ser analisado em laboratório, fazendo os exames microbiológicos de forma a detectar o bacilo).

como tratar a tuberculose

Tratamento da Tuberculose Pulmonar

O tratamento consiste basicamente na combinação de três antibióticos: rifampicina, isoniazida e pirazinamida. Dura cerca de seis meses e quando cumprido correctamente, as hipóteses de cura são de quase 100%, dependendo sempre da gravidade do caso, ou seja, o estado da doença e se o individuo pertence a um grupo de risco (se sofre de outras doenças). É fundamental não interromper o tratamento, mesmo que os sintomas desapareçam. Quanto à prevenção usual, passa pela vacina BCG, que aplicada nos primeiros 30 dias de vida é capaz de proteger contra as formas mais graves da doença.

0 comentários