Aminoácidos (BCAA) aumentam esperança de vida

O tema descrito, refere-se a um estudo realizado na Itália, onde se obtiveram resultados bastante satisfatórios após se alimentar determinados ratos com apenas 3 tipos de aminoácidos: leucina, isoleucina e valina (aminoácidos essenciais que o corpo não produz) durante as suas vidas. Concluiu-se que as cobaias obtiveram um aumento de 12% da sua esperança de vida relativamente aos restantes ratos (não submetidos ao mesmo tratamento). A condição física do primeiro grupo (submetido aos aminoácidos) foi bastante superior à do segundo.

No entanto, cientistas afirmam que ainda é preciso fazer mais testes para conhecer ao certo o grau de eficiência do tratamento em humanos. Porem o uso de estes 3 aminoácidos essenciais, também conhecidos por BCAAs tem um enorme impacto na prática de exercício físico, recuperação muscular e desenvolvimento da estrutura, indispensável para qualquer praticante de culturismo.

Interessante também será dizer que se caso se obtivesse a mesma percentagem em seres humanos, uma pessoa com uma esperança média de vida de 75 anos teria um aumento de 9 anos de vida (+12%).

  

moleculas

Aminoácidos

Os aminoácidos são moléculas usadas na produção de proteínas, indispensáveis para a formação da massa muscular e utilização de outros nutrientes no organismo.

Entre alguns dos aminoácidos essenciais (aqueles que não podem ser produzidos pelo corpo humano, sendo somente adquiridos pela ingestão de alimentos) são: arginina, fenilalanina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, treonina, triptofano, histidina e valina.

Hoje em dia os aminoácidos alem de serem comercializados na forma de suplementos com destino a fisiculturistas e atletas, também são prescritos para certas doenças relacionadas com a condição física como a degeneração muscular.

0 comentários