Plataformas Vibratórias


Sendo desenvolvidas inicialmente e exclusivamente para astronautas, as plataformas vibratórias hoje em dia, já se encontram em cada canto do nosso mercado disponíveis para venda e têm conquistado cada vez mais fãs e curiosos...
O seu desenvolvimento foi feito por Vladimir Nazarov um cientista russo, que tinha como objectivo fornecer uma ferramenta útil e eficaz para o treino físico dos astronautas, uma vez que no espaço se torna muito difícil exercitar o corpo devido a falta de gravidade.
Desde então, este projecto tem sido explorado por várias organizações competentes tais como Russian Space Institute (RSI), European Space Agency e NASA...
Hoje cada um de nós pode ter acesso a um aparelho destes, contudo, o seu valor ainda é algo que não é suportado por qualquer carteira... Além disso levanta-se a questão:

Serão mesmo verdade os efeitos das plataformas vibratórias, ou será puro marketing?
É certo que rola sempre muito marketing por trás de cada aparelho deste género, todavia os seus efeitos já terão sido profissionalmente testados, e com certeza que se fosse uma fraude sairiam muitas mais críticas do lado da imprensa, além da não adopção destes aparelhos por parte de ginásios assim como farmácias.

Vejamos então uma explicação simples de como funcionam as plataformas vibratórias. Sabemos que para um músculo se desenvolver é necessário que haja gravidade e tensão sobre o mesmo de forma a aumentar a pressão dos vasos sanguíneos no local referido havendo também a estimulação de hormonas que vão regenerar os tecidos musculares e provocar um aumento da massa muscular.
Numa plataforma é possível criar um ambiente de ginásio, graças aos motores que se alojam na sua base. Este tipo de motores foram pensados para criar um campo gravitacional mais elevado graças aos seus movimentos vibratórios, que tentam desequilibrar o corpo levando este a fazer um pouco de esforço para se manter equilibrado.
Deste modo os músculos são estimulados e desenvolvidos pelos mesmos processos que quando fazemos desporto normalmente.


Benefícios das plataformas vibratórias
-Tornam os músculos mais fortes e tonificados;
-Melhoram o fluxo sanguíneo;
-Reduzem a celulite do corpo;
-Estimulam certas hormonas importantes para a regeneração de tecidos e aumento da massa muscular;
-Previnem a osteoporose ajudando na calcificação dos ossos;
-Ajudam a regenerar cartilagens;
-Importantes no combate á artrose, arteriosclerose, esclerose múltipla, reumatismo entre outras doenças ósseas e articulares;
-Tornam a pele mais firme;
-Ajudam na regulação da pressão arterial;
-Reduzem os níveis de colesterol;
-Melhoram o funcionamento do Sistema Digestivo;
-Combatem a depressão e o stress;
-Ajudam a relaxar os músculos;
-Aceleram a recuperação pós-esforço;
-etc...


Contra indicações

Nem toda a gente deve utilizar as plataformas vibratórias, pois também elas podem ser nocivas para:

-Mulheres grávidas;
-Utilizadores de pacemaker;
-Doentes epilépticos;
-Numa pós cirurgia;
-Pessoas que sofram de problemas vasculares tais como : varizes, tromboses, Avc;
-Certos tipos de Enxaquecas;
-Hérnias discais;
-Para certos tipos de Próteses (como no joelho);


Porquê tanta diferença de preços entre as plataformas?
No mercado podemos encontrar Plataformas para diversos preços.
No preço conta a marca, a assistência técnica da empresa, o material de que é feito, o design, os aparelhos adicionais úteis para recolher estatísticas, a potência do motor, o consumo, o país de fabrico/custo de importação etc...

0 comentários