Música Clássica previne Depressão e Ansiedade

Nem toda a música tem os mesmos efeitos em nós. Uns gostam mais de Pop outros mais de Rock e outros até preferem Fado. Qualquer música que ouvimos tem a capacidade de alterar o nosso estado emocional e produzir uma mistura de sensações diferentes. O nosso subconsciente estabelece âncoras com cada tema, por isso certos músicas nos fazem reviver momentos.

O que torna a música clássica tão diferente das restantes é a sua habilidade de nos remeter para um nível de consciência superior ao que normalmente vivemos. É um tipo de música na qual se observam as características de cada instrumento. A sua alta variação de frequências previne o nosso subconsciente de entrar num campo limitado de consciência como é o pensamento. Com isto pretende-se dizer que a música clássica ajuda a induzir um estado meditativo inconsciente, favorecendo o tempo presente.

terapia de musica classica pode ajudar

Tanto a depressão como a ansiedade são problemas consequentes do stress crónico que tende a afetar a ação adrenal do corpo. Neste tipo de casos a produção de glucocorticoides e neurotransmissores é desregulada, assim como a sintetização de açúcar levando o corpo a uma tensão psicológica que se reflete no aumento de pensamentos (atividade mental). A depressão ocorre com o aumento da atividade mental / fluxo de pensamentos negativos correspondentes ao passado. Enquanto que a ansiedade corresponde ao futuro.

Os benefícios da música clássica são precisamente acabar com esses "tempos" do campo do pensamento. Quando uma pessoa vive a 100% no presente é impossível ter qualquer sintoma de depressão ou ansiedade. A música clássica pode ajudar muito neste aspeto, servindo como complemento de outras terapias como o uso de plantas adaptogénicas para aliviar o stress crónico do organismo

0 comentários